Agricultura Camponesa: Vantagens e Desvantagens

Neste artigo, discutiremos as vantagens e desvantagens da agricultura camponesa.

Vantagens da agricultura camponesa:

Cada sistema agrícola tem suas próprias vantagens e desvantagens quando comparado com outro sistema agrícola desse ângulo, o sistema agrícola tradicional possui as seguintes vantagens.

a) Melhor supervisão:

Diferentemente da indústria, a área de atuação de um trabalhador da agricultura é muito grande. A supervisão do trabalho sempre apresenta um problema. Se o tamanho da fazenda é pequeno, o próprio proprietário pode supervisionar efetivamente o trabalho do trabalhador e também pode orientá-lo e orientá-lo a realizar seu trabalho de uma maneira específica.

Por outro lado, o tamanho da fazenda é grande e muitos trabalhadores têm que continuar seu trabalho, espalhados por uma grande área, a supervisão de seu trabalho em pessoal básico se tornará difícil. O proprietário da fazenda terá que depender de várias supervisões e gerentes para fins de supervisão e é bem possível que os supervisores e gerentes não trabalhem com total devoção e responsabilidade.

(b) Mais emprego:

Na agricultura camponesa, geralmente há uma maior possibilidade de emprego na fazenda, quando comparado com outros sistemas agrícolas. Há muitas razões para isto.

Em primeiro lugar, como a fazenda é pequena, o uso de máquinas se torna caro e, portanto, limitado. O trabalho, portanto, não é deslocado.

Em segundo lugar, o fazendeiro usa o trabalho de sua própria família e o trata como trabalho livre.

Como tal, ele usa esse trabalho a tal ponto que sua produtividade marginal se torna igual a zero. Por outro lado, o sistema agrícola que utilizava mão de obra contratada o emprega apenas até o ponto em que sua produtividade marginal é igual ao salário que lhe é pago. O emprego em fazendas sob muitos sistemas diferentes da agricultura camponesa é, portanto, muito menor, quando comparado com o da agricultura camponesa.

(c) Maior produtividade:

A produtividade por hectare em uma fazenda sob agricultura camponesa é maior do que em fazendas sob outros sistemas, quando as fazendas geralmente são maiores em tamanho. A principal razão para isso é a maior intensidade de cultivo, que, por sua vez, se deve ao maior uso de mão-de-obra por acre em pequenas propriedades, quando comparado com o de uma fazenda maior.

A produtividade em uma pequena fazenda (que é uma característica importante da agricultura camponesa) é grande devido ao maior uso de mão-de-obra em tais fazendas. Uma forte motivação para alimentar a família de um pequeno pedaço de terra também melhora a qualidade da mão-de-obra doméstica. O fato de que a produtividade por acre é maior em pequenas fazendas, foi amplamente comprovado pelos estudos de manejo agrícola realizados na Índia nos anos cinquenta. .

(d) Tenacidade das pequenas propriedades:

O fato de que pequenas fazendas são uma característica importante da agricultura atual também se mostra uma benção de outro ângulo. Em tempos de emergência, como inundações, etc. Um pequeno agricultor com força de trabalho suficiente é capaz de enfrentar seu ataque com mais sucesso do que um grande agricultor. Além disso, como os pequenos agricultores geralmente não compram nenhum insumo do mercado, nem vendem nenhum produto, permanecem imunes às flutuações nos preços de vários insumos ou culturas.

(e) Possibilidade de decisão rápida:

Mudanças climáticas e climáticas frequentes exigem decisões imediatas por parte de um agricultor. Tais decisões são mais fáceis de tomar quando o próprio proprietário controla a fazenda e mais fácil de implementar quando ele próprio é o operador da fazenda e quando o tamanho da fazenda é pequeno.

Desvantagens da agricultura camponesa:

A agricultura camponesa tem algumas desvantagens das quais outros sistemas agrícolas não sofrem.

Essas desvantagens são as seguintes:

(a) Dificuldade em usar práticas e insumos aprimorados:

A transformação da agricultura é mais difícil quando as fazendas são pequenas. Algumas melhorias nas fazendas, como cercas e drenagem, não podem ser efetuadas. A rotação de culturas é difícil. A construção de edifícios de fazendas é relativamente mais cara em pequenas fazendas. A escavação de um poço não é econômica. O rigor financeiro dificulta ao proprietário camponês a compra de insumos modernos para a fazenda.

(b) Excedente comercializável baixo:

A produção de uma pequena fazenda é suficiente para atender apenas às necessidades domésticas do agricultor. Ele tem excedente de grãos para vender no mercado. Isso, por sua vez, dificulta o crescimento do setor industrial, porque fica difícil sustentar quem trabalha fora da fazenda e se dedica à produção industrial.

(c) Sem uso ideal dos recursos disponíveis:

Um pequeno agricultor tem um par de novilhos e que fornece mão de obra suficiente para que o agricultor não possa usá-lo da melhor maneira possível, porque o tamanho da fazenda é bastante pequeno. Os recursos do agricultor permanecem não utilizados ou são mal utilizados. O problema do desemprego disfarçado, especialmente nas pequenas propriedades, é bem conhecido.

(d) Fraco motivo comercial:

Os pequenos agricultores geralmente estão fora do mercado. Ele não compra nenhum insumo do mercado, nem vende excedente no mercado. Portanto, eles não são influenciados pelas mudanças nas forças do mercado. Os padrões de colheita, portanto, não mudam com a mudança de preços, muitas vezes permanece sem remuneração.

 

Deixe O Seu Comentário